FUTEBOL WILSON MARCA E GARANTE TRÊS PONTOS

Com golo de Wilson aos 29 minutos, a nossa equipa derrotou o Kabuscorp do Palanca, no principal jogo de décima jornada do Girabola. Com este triunfo passamos para a segunda posição, agora com vinte p...

ELEIÇÕES ACONTECEM EM JULHO

As eleições no nosso clube realizam-se dia 2 de Julho, assim ditou a Assembleia Geral Ordinária, que decorreu hoje na sede social. Bastante concorrida a magna Assembleia Geral, foi constituída pela m...

BASQUETEBOL. A TERCEIRA FOI DE VEZ !!!

Ao terceiro jogo da presente temporada, a nossa principal equipa sénior  masculina de basquetebol, conseguiu na noite deste sábado 30.04, derrotar o 1ºde Agosto em pleno pavilhão Victorino Cunha. Os ...

FUTEBOL... SUB 17 EMPATAM E SUB 20 PERDEM NO PROVINCIAL

A nossas equipas de formação estrearam no último domingo 01.05, no campeonato provincial de luanda. os sub-17, começaram com empate a zero a defesa do título diante da formação do Real Sambila, no cam...

C O N V O C A T Ó R I A

De acordo com o disposto no artigo n.º 25º dos Estatutos do Atlético Petróleos de Luanda, convoco todos os Associados, no pleno gozo dos seus direitos, deveres e obrigações, para a Reunião Extraordiná...

Últimas Notícias

Entrevista "FLÁVIO  AMADO  FALA  AO  NOSSO  SITE".

O treinador adjunto do Atlético Petróleos de Luanda Flávio Amado esteve recentemente na cidade de Cairo, cidade que Ele bem conhece e que viveu grandes momentos de glorias pelo Al-Ahly Sporting Club. A convite das autoridades desportivas do Egipto, Flávio Amado fez-se  acompanhar do ex colega Gilberto Amaral para participarem numa cerimonia de homenagem as antigas vedetas daquele Clube Africano. Flávio foi um goleador nato por onde passou, e não deixou duvidas a ninguém notabilizando-se no mundial de 2006 em poucos minutos de jogo foi, é o único jogador angolano a marcar numa prova daquela dimensão futebolística.

Entretanto, mantivemos uma pequena conversa com o nosso Treinador Adjunto sobre a sua deslocação ao Egipto e também uma pequena panorâmica sobre o seu passado.

SC: Flávio como surgiu este convite? E em que é que consistiu esta cerimónia?

F.A: O convite nos foi feito pelo nosso empresário e amigo no momento em que ele achou que era o momento.

S.C: Além de Você e o Gilberto quem mais esteve nesta cerimonia?

F.A: Muitos antigos companheiros jogadores e jogadores do tempo em que jogamos no Al-Ahly.

S.C: Como te sentiste ao regressar a uma cidade que tanto te acarinhou nos estádios?

S.C: Quantos troféus nacionais, falo em campeonatos, taças e outros torneios conquistaste pelo Al-Ahly? Sem esquecer os títulos africanos.

F.A: Dos 4 anos que lá estive ganhamos 4 campeonatos, 4 super taça, 3 liga dos campeões de África, 3 super taça de África, 1 taça do Egipto, participamos em 3 mundiais de clubes que em 1 dos quais saímos em terceiro lugar.

S.C: A sua presença no campeonato do Mundo de Clubes marcou-lhe?

F.A: Marcou sim, foram 3 mundiais e marquei 3 golos, qualquer um deles foram experiências bastante importante.

S.C: Flávio você é muito reservado e pouco gostas de falar do seu passado e se a memória não me atraiçoa é dos futebolistas Angolano que mais currículum tem. Fale-nos do seu passado.

F.A: O meu passado não é muito diferente de um atleta africano, tive a sorte de crescer num bairro onde existia um largo enorme e que a todo o momento depois das aulas era só jogar com os amigos, até o dia em que resolve tentar a minha sorte no Petro de Luanda sempre a escondida dos pais porque não permitiam na altura por causa dos estudos. Joguei um ano júnior e com 17 anos fui para Sénior em 1997, durante este ano não fui inscrito, mas trabalhava sempre com os seniores até que num jogo treino com o "Ara da Gabela" o professor João Alves pediu-me ao Petro por empréstimo e lá joguei. No ano a seguir voltei ao Petro onde só treinava sem ser inscrito até o dia em que o "Académica do Lobito" na pessoa do professor Queiroz pediu-me para que fosse lá jogar e o Petro emprestou-me mais uma vez por duas temporadas. Em 2000 regressei novamente ao Petro onde joguei durante 5 épocas e meia e o meu passe foi comprado pelo Al-Ahly onde passei 4 anos. Logo após o meu passe foi comprado pelo AL Shabab FC da Arábia Saudita onde passei duas épocas das quais apenas joguei 1 ano e passei o outro ano a recuperar de uma cirurgia no joelho. Leia mais...

Próximo Jogo

PETRO DE LUANDA vs INTER CLUBE

18h, 07/05/2016

ESTÁDIO DOS COQUEIROS



Inquérito Petro de Luanda

Qual o melhor marcador do Petro de todos os tempos?
 

Publicidade

Curiosidades

Sabias que...Jesus - O Goleador Mor

Osvaldo Saturnino de Oliveira (Jesus) foi o melhor marcador dos dois primeiros Girabola (1982 e 1984) ganhos pelo Petro.