Excelentíssima senhora Presidente da Mesa da Assembleia Geral,

Caro Vice-Presidente da Mesa da Assembleia Geral

Caro Secretário da Mesa da Assembleia Geral

Caros Senhores Administradores do Sócio Fundador Sonangol EP,

Caros Sócios,

Caros membros dos distintos órgãos sociais do APL,

Caros convidados,

Minhas Senhoras e Meus Senhores,

Antes de mais quero agradecer a todos quanto colaboraram no exercício da nossa actvidade durante os últimos dois anos e meio.

Para este tão importante momento da vida do clube, gostaria de informar aos associados que comprometo-me a cumprir com dedicação e elevado nível de profissionalismo a função de Presidente da Direcção para quadriénio 2016-2020, respeitando os Estatutos e o nosso compromisso com os nossos associados respaldados no programa eleitoral (PDDI 2016-2020).

Assim, gostaria de solicitar ao sócio fundador Sonangol EP e aos sócios individuais que continuem a dar a contribuição financeira como o têm feito até ao momento, sendo que, da nossa parte continuará a luta para o aumento das receitas extra-Sonangol, para tornar possível os objectivos traçados pelo clube nos vários níveis, por outro lado, em alta competição as equipas que ganham com regularidade os seus jogos e competições são as que pagam os salários mais altos, as que são capazes de contratar e pagar, a preços de mercado, os melhores jogadores.

Aos adeptos fiéis do nosso grandioso clube, peço que aumentem o apoio às nossas equipas nos recintos de jogo fazendo-se presente em massa e mobilizando mais apoiantes para empurrarem as nossas equipas à vitória, pois é nosso entendimento que ninguém conquista nada sozinho, assim, unidos, clube e os seus sócios e adeptos, venceremos. Devemos transformar a nossa relação num casamento eterno, não nos importando com o que advier, porque estamos comprometidos a viver juntos para sempre, apoiando-nos mutuamente, resolvendo as nossas dificuldades e ir a busca da realização plena desta relação.

Entretanto, o apoio ora referido, deverá ser feito com disciplina e fair play, pois o desporto é uma festa, só desta forma ajudaremos o nosso clube a não ser penalizado pelos órgãos reitores das diversas modalidades.

Aos colegas da Direcção e, trabalhadores em geral, peço o dobro da colaboração que me foi dada nos últimos dois anos e meio, pois nestes próximos quatro anos, particularmente nas modalidades nucleares, queremos ter um clube vencedor, um clube que tenha a possibilidade de ganhar campeonatos com frequência, para tal, precisamos de trabalhar com firmeza, para ter um clube grande, que gere receitas suficientes, para poder entre outras coisas, contratar o melhor talento disponível. E isto faz-se com trabalho duro, gerindo com critério e com o senso comum.

Porque em alta competição, aquele que vence, é aquele que tem a capacidade de aplicar as novas concepções da realidade, com certa antecedência, de preferência antes dos seus concorrentes. Vencem os que são suficientemente analíticos, para compreender a nova realidade e, suficientemente pragmáticos e corajosos para pôr as ideias em prática.

Aos atletas, treinadores e pessoal auxiliar, peço cada vez mais maior profissionalismo e compromisso, pois é isto que gera convencimento na vitória e autoconfiança, elementos que influenciam substancialmente o resultado final. É sabido que o compromisso autêntico é individual, a sua origem está no interior de cada pessoa. Porém, estimulado e agrupado na equipa, pode gerar resultados extraordinários, lembro que para vencermos é preciso garra, determinação, disciplina e persistência. O sucesso não acontece por acaso, o êxito não é fruto da sorte, pois as oportunidades são dadas a todos, depende como cada um as aproveita. Permitam-me citar Richard Devos: “é impossível vencer uma corrida, a menos que se aventure a correr; é impossível conseguir a vitória, a menos que se ouse batalhar”. Fim de citação.

É preciso ter em atenção que o nível de exigência do Petro é muito elevado, ao Petro apenas se exigem vitórias, quer em cada jogo, como na competição em que esteja envolvido (campeonato, taça, supertaça, etc.), ou seja, no nosso clube a alternativa a vitória é a vitória, não se aceitam empates muito menos derrotas. Nos dias de hoje a informação e os recursos estão disponíveis para todos, logo, ganham os que melhor trabalham, cada vez mais vamos vendo que a diferença acaba por estar no detalhe, assim, devemos procurar fazer algo sempre acima do que fazem os nossos concorrentes.

Gostaria muito profundamente, fazer uma alusão aos órgãos reguladores das diversas competições desportivas, apelando que para o bem do desporto nacional, cooperemos cada vez mais, havendo maior fluidez e rapidez na troca de informações benéficas às partes e que haja justiça desportiva e igualdade de tratamento, a luz dos estatutos e regulamentos das instituições.

Aos órgãos de comunicação social, o meu apelo vai no sentido de serem o mais profissional possível, isentos e independentes no trabalho que realizam, evitando sensacionalismo, partindo para um trabalho de maior investigação da informação a divulgar e primarem sempre pelo contraditório. Pois, a mensagem que passam tem muita influência no comportamento dos agentes desportivos, particularmente os atletas jovens, logo, têm a missão de ajudar a desenvolver o desporto nacional, divulgando com verdade, o trabalho que se está a desenvolver no clube, pois o resultado do desporto nacional depende do que é feito a nível dos clubes.

Aos pais e encarregados de educação, peço que procurem apoiar mais os vossos filhos, sendo críticos com os mesmos, exigindo cada vez mais deles, no sentido de trabalharem todos os dias a superar o dia anterior, de modos a permitir que o seu crescimento desportivo, seja do mais alto nível e assim poderem no futuro tirarem os frutos deste seu trabalho, peço que evitem precipitar a sua maturação desportiva que prejudica a todas as partes do processo de formação (Clube, Atleta, Família, etc.).

Aos agentes de atletas, peço que cooperem com o clube desde o acto da assinatura do contrato até ao seu final, acompanhando o dia-a-dia o vosso representado, para que se mantenham informados de todas as situações vividas pelo mesmo ao longo do contrato.

Para terminar, desejo os parabéns a toda equipa sénior feminina de Andebol pela conquista da Taça de Angola, pois sei que foi conquistada com muita dificuldade, numa altura em que nos encontramos a construir uma nova equipa, após as saídas de algumas atletas importantes para o nosso principal rival.

Na hora da verdade, ninguém segura o Petro.

Muito obrigado,

Luanda, aos 7 de Outubro de 2016